Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

[Investimento Chinês]

 

Chineses já são os maiores investidores estrangeiros no Brasil

 

 

Pequim, China. Se o pouco mais de US$ 11 bilhões de investimentos chineses no Brasil anunciados desde o início do ano se concretizar, o antigo Império do Meio vai encostar no Japão no ranking das nações com maior estoque de recursos para atividades produtivas no país.
Com os negócios divulgados até agora, a China já assumiu o primeiro lugar entre os investidores estrangeiros no Brasil em 2010, posição antes ocupada pelos Países Baixos, com US$ 6,52 bilhões.

Quando se considera a soma dos recursos colocados por empresas estrangeiras no Brasil - o chamado estoque -, a China pode passar neste ano da 42ª para a 9ª ou 10ª posição, sempre na hipótese de os anúncios dos últimos meses se confirmarem. É uma mudança espetacular para um país que até o ano passado pautava seu relacionamento com o Brasil pelo comércio, mas continuava virtualmente ausente do investimento em atividades produtivas.

Embaixador do Brasil em Pequim desde 2008, Clodoaldo Hugueney diz que esse novo cenário ficou evidente em 2010. "Desde que cheguei aqui vi uma mudança muito grande. Antes era basicamente comércio. Agora há um movimento intenso de empresas que querem se estabelecer e produzir no Brasil." No fim do ano passado, o estoque de investimentos chineses no país era de US$ 254 milhões, o equivalente a 0,1% do total.


voltar